Ovário

Código: 65MJU29XK
3x de R$ 23,50
R$ 70,50
Comprar Estoque: 5 dias úteis
    • 1x de R$ 70,50 sem juros
    • 2x de R$ 35,25 sem juros
    • 3x de R$ 23,50 sem juros
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
Ovário - 60 ml

Energia análoga do Ovário

Corrigem distúrbios energéticos tais como: Transtornos da função ovariana,

Dismenorréia, Amenorréia, Climatério, Hipermenorréia, Metrorragia, Esterilidade feminina, Distúrbios da libido, Ninfomania, Diminuição da libido, Ovários policísticos,

Cistos de ovário, Endometriose.

POSOLOGIA:

Cada floral tem sua forma própria de ser usado de acordo com a necessidade. Normalmente os florais quânticos são indicados por profissional da saúde especializado e traz no receituário a forma de tomar. Contudo de uma forma geral pode-se seguir a seguinte dica abaixo:

Florais Quânticos de Minerais (por ex. zinco, cobre, cromo, etc) - 20 gotas sublinguais 1 x dia
Florais Quânticos de Órgãos (por ex.: olho, fígado, coração, etc) - 15 gotas sublinguais 3 x dia (precisa ser 3x dia para ser reconhecido pelo organismo)
Porém essas dicas são gerais e cada caso deve ser analisado pessoalmente por seu profissional de saúde especializado em medicina quântica.

ENERGIA, do Grego -ENERGUEIA, cujo significado é: "TER A FORÇA DENTRO DE SI"
ANÁLOGA, segundo o dicionário: "SIMILAR SOBRE CERTO ASPECTO"COMPARÁVEL, CORRESPONDENTE, HOMÓLOGO.
Esta metodologia tem seus princípios baseados em cinco pilares:
  • Física Quântica
  • Oligoterapia ou Medicina Funcional Francesa
  • Lisadoterapia
  • Fitoterapia
  • Florais
Chamamos Energia Análoga, a indução da Frequência de um mineral ou metal, de um tecido ou órgão ou ainda de uma solução fitoterápica em um Buquê de Florais.
Este Buquê de Florais por ter a capacidade de absorver e ressonar a freqüência induzida passa a agir em termos energéticos no organismo, tal qual fosse usado a mesma substância de modo tradicional.

Explicando melhor:
Pense em uma queda dágua ou um rio com correnteza forte.  Até meados do século XVIII era só isso que se podia ver ao apreciá-los, depois disso alguém imaginou que se colocassem uma turbina por onde passasse a água, poderíamos então gerar energia. Deu-se o advento das hidroelétricas. Nas aulas de Física aprendemos que para gerar energia é preciso E. P. (energia potencial) e E. C. (energia cinética), ou seja, a queda dágua ou a correnteza não tem a E. E. (energia elétrica) mas contém em si o fator gerador. De maneira análoga os Buquês de Florais não tem em si a freqüência que queremos transmitir, mas tem o fator gerador, ou seja, a capacidade de ressonar a freqüência. Esta indução se dá por meios eletrônicos (osciloscópios digitais de alta precisão) e teste de ressonância mensurada por cor, som e espectrometria.
 
 Usando os conceitos de Física Quântica e os trabalhos brilhantes na área de freqüência, com os quais hoje é possível mensurar não só as freqüências de matérias simples, mas também de organismos complexos, como células, tecidos, órgãos, hormônios, etc.
    Do ponto de vista bioquímico o que diferencia um órgão do outro, nada mais é que cadeia de aminoácidos pelo qual é formado. Do ponto de vista da Física Quântica, esta diferença se dá pela freqüência oscilatória. Exemplificando; um fígado só é reconhecido e difere de um Rim, por ter freqüência oscilatória diferente.
    As freqüências impregnadas nas soluções funcionam como verdadeiros  revisores  das receitas de como órgãos, glândulas e tecidos, buscam nutrientes, secretam toxinas e mantém suas funções organo-especificas.

FATOR H
Vivemos em uma época em que não se pode dar ouvidos somente a razão. As questões emocionais se tornam cada dia mais evidentes em nosso cotidiano. Durante varias gerações eminentes pensadores, filósofos terapeutas, e médicos de alma vêm relacionando patologias a distúrbios emocionais e comportamentais, ex:
Distúrbios orgânicos / causas:

  • AMIGDALITE: Emoções reprimidas, criatividade, sufocada.
  • ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
  • APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
  • ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
  • ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
  • ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
  • BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
  • CÂNCER: Mágoas profundas, tristezas mantidas por muito tempo.
  • COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
  • DERRAME: Resistência... Rejeição a vida.
  • DIABETES: Tristeza profunda.
  • DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
  • DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de autovalorização, reclamação.
  • ENXAQUECA: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
  • FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
  • ESTÔMAGO: Crítica, reclamação, só ver o negativo, pessimismo.
  • GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
  • HEMORROIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
  • HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
  • INSONIA: Medo, culpa.
  • LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
  • MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
  • NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
  • PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
  • PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
  • PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
  • PRESSÃO BAIXA: Falta de amor em criança. Derrotismo...
  • PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
  • PULMÕES: Medo de absorver a vida.
  • QUISTOS: Alimentar mágoas. Falsa evolução.
  • RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
  • REUMATISMO: Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargara.
  • RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
  • RINS: Crítica, desapontamento, fracasso.
  • SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
  • TIRÓIDE: Humilhação.
  • TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
  • ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
  • VARIZE: Sentir-se sobrecarregado.

Usando os conceitos de Física Quântica e os trabalhos brilhantes na área de freqüência, com os quais hoje é possível mensurar não só as freqüências de matérias simples, mas também de organismos complexos, como células, tecidos, órgãos, hormônios, etc.
Do ponto de vista bioquímico o que diferencia um órgão do outro, nada mais é que cadeia de aminoácidos pelo qual é formado. Do ponto de vista da Física Quântica, esta diferença se dá pela freqüência oscilatória.Exemplificando; um fígado só é reconhecido e difere de um Rim, por ter freqüência oscilatória diferente.
As freqüências impregnadas nas soluções funcionam como verdadeiros ?revisores? das receitas de como órgãos, glândulas e tecidos, buscam nutrientes, secretam toxinas e mantém suas funções organo-especificas.

ADVERTÊNCIAS:
  • As imagens são ilustrativas podendo ser alteradas de acordo com a necessidade ou mudança do laboratório.
  • Produtos naturais não são medicamentos. São ajudas valiosas que a natureza nos oferece. Nunca deixe de consultar seu profissional de saúde se houver dúvida.
  • Produtos naturais normalmente são indicados em consultas terapêuticas por profissionais habilitados em medicina natural já que a posologia pode mudar de caso para caso. Se você tiver alguma dúvida na utilização dos produtos adquiridos em nossa loja virtual envie um e-mail para nós.
  • Segundo a tradição médica oriental a doença é sinônimo de falta de informação e também são causadas por transtornos emocionais e comportamentais.
  • Pense nisso!
3x de R$ 23,50
R$ 70,50
Comprar Estoque: 5 dias úteis
Pague com
  • Bcash
Selos

Celso Luiz de Souza Alimentícios Me - CNPJ: 09.140.888/0001-32 © Todos os direitos reservados. 2017

Formas de Envio